quinta-feira, 31 de outubro de 2013

10º Salão Ubatuba de Belas Artes 2013



WHEN:
25 de outubro de 2013 @ 20:00 – 17 de novembro de 2013 @ 22:00
WHERE:
Sobradão do Porto
Praça Anchieta
38 - Centro
COST:
Gratuito
CONTACT:
FundArt(12) 3833-7000 / 3833-7001E-mailEvent website 

Abertura e Premiação do 10º Salão Ubatuba de Belas Artes
Fonte: Site Fundart - www.fundart.com.br

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

FundArt apresenta exposição de fotos históricas no Aniversário de Ubatuba



Em comemoração ao aniversário de 376 anos de Ubatuba, a FundArt preparou a Exposição Fotos Históricas de Ubatuba – Acervo Edson da Silva. Com a intenção de promover um reencontro com o passado e preservar a memória da cidade, a exposição fotográfica apresenta imagens de antigos casarões, eventos comemorativos, comércios, praias e cidadãos ubatubenses de 1885 a 1977.
A exposição, que conta com mais de 80 fotos, ficará aberta de 25 de outubro a 22 de novembro no Memorial Ciccillo Matarazzo, localizado na Biblioteca Municipal. Escolas e grupos interessados em agendar a visitação com monitoria deverão entrar em contato com a FundArt através do telefone: (12) 3832-4584.

Edson da Silva

Seu Edson nasceu em Ubatuba, no dia 10 de julho de 1936. É filho de Antônio Athanasio da Silva e Virgínia Esther de Oliveira e Silva. Casado desde 1962 com Maria Nízora Inforzato da Silva, tem 2 filhas – Maria Beatriz e Ana Cristina, como ele mesmo gosta de acrescentar.
Fez curso primário no Grupo Escolar “Dr. João Digo Esteves da Silva” em Ubatuba e o curso de ginásio no Colégio Diocesano Santo Antônio em Taubaté. Em Santos frequentou o curso científico no Colégio Estadual Canadá. Sua pesquisa sobre a História de Ubatuba teve início em 1945, quando cursava o primário.
Enquanto procurava entender melhor os fatos históricos de Ubatuba, começou a colecionar fotos e recortes de jornais e revistas. Assim, passou a visualizar os acontecimentos da cidade, os quais se misturavam diretamente com a História do Brasil.
Sem muito acesso a informações precisas relacionadas aos fatos históricos de Ubatuba, seu Edson buscou em livrarias e arquivos, livros que narrassem a verdadeira história. Consciente do valor de sua pesquisa, decidiu contá-la em fotos. Hoje Seu Edson possui um acervo de mais de 300 fotos históricas de Ubatuba e desenvolve um importante trabalho de difusão do conhecimento de seu acervo em escolas do município.
A exposição marca o apoio da FundArt à Seu Edson a fim de preservar e tornar pública sua pesquisa através de um projeto específico de registro do patrimônio material ubatubense.

Fonte: FunDart - www.fundart.com.br


Corrida de Canoas no aniversário da cidade homenageará a "Maria Comprida"



A Corrida de Canoa “Maria Comprida” está sendo preparada pela FundArt, como parte da programação em homenagen aos moradores de Ubatuba no dia de aniversário da Cidade. O evento será no dia 28 de outubro às 9hs da manhã, na Praça de Eventos de Ubatuba.
A participação é aberta ao público, e as inscrições serão feitas no local a partir das 8hs da manhã.

“Maria Comprida”

Maria Comprida é nome da Canoa mais famosa do Litoral Paulista. Ela foi construída em 1973 a partir de um tronco de árvore chamada “Louro”, que foi encontrado pelo caçador Vergílio Alexandre, quando ele subia a serra na rodovia Oswaldo Cruz,. Nesta época ainda não haviam as restrições ambientais e deste tronco foi feita uma canoa com 9,20 metros de comprimento, com apenas 82 cm de “boca” e pesando aproximadamente 200 quilos.
Em 1973 a canoa “Maria Comprida” foi protagonista da “Jornada Marítima Ubatuba-Santos”, idealizada pelo professor Joaquim Lauro. O objetivo era lembrar a Paz de Iperoig, assinada em 14 de setembro de 1563.

Uma Longa Travessia

No comando estavam Artur Alexandrino dos Santos e nos remos Carlos Alves de Morais (Carrinho), João Correa Leite (Jango), Antonio Barroso Filho (Barrosinho) e Nilo Vieira. O grupo partiu de Ubatuba rumo à Santos no dia 1º de junho de 1973, no que se tornou a primeira prova com percurso longo em canoa.
Após 18 horas de remadas, 215 quilômetros percorridos e apenas duas paradas em São Sebastião e Bertioga, eles chegaram à Ponta da Praia de Santos. A “Maria Comprida” é personagem principal da história dos remadores Ubatubanos, que através do esporte contribuíram para a manutenção da cultura caiçara, sendo que os homens e mulheres que participaram destes momentos serão sempre lembrados.
Fonte: site Fundart - www.fundart.com.br

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

19 de outubro - Banda Lira Pe. Anchieta

Apresentação Musical com a "Banda Lira Pe. Achieta"
WHEN:
19 de outubro de 2013 @ 16:00
WHERE:
Praça Nóbrega
COST:
Gratuito
CONTACT:
FundArt(12) 3833-7000 / 3833-7001E-mailEvent website 

Apresentação Musical com a “Banda Lira Pe. Anchieta”
Fonte: Site Fundart - www.fundart.com.br

Dia 18 de outubro - Apresentação do Espetáculo de comédia "Espelunca"

WHEN:
18 de outubro de 2013 @ 21:00 – 22:00
WHERE:
Auditório da FundArt - Sobradão do Porto
Praça Anchieta
38 - Centro
COST:
Gratuito
A partir do estudo da “palhaçaria clássica” e diretamente e inspirado pela estética do mundo do cinema mundo, o Grupo Milongas desenvolveu “ Espelunca”, um espetáculo de comédia física que explora as diversas possibilidades de jogo cômico em dupla.
A história se passa em um tradicional e decadente restaurante, no qual o dono se desdobra em diferentes funções para salvá-lo da falência. A chegada de um cliente atrapalhado parece ser a chance de um dia ganho para os negócios do restaurante, mas as coisas não acontecem exatamente como deveriam.
Classificação: Livre
Duração: 55min.
Fonte: Site Fundart - www.fundart.com.br
 

Aniversário de Ubatuba - I Festival Rock In Ubatuba

Aniversário de Ubatuba terá muito Rock em festival inédito na cidade


Neste mês de outubro, a Prefeitura Municipal prepara para a população de Ubatuba diversas atrações que farão parte das festividades do 376º Aniversário da Cidade. Trabalhando junto para organizar uma celebração como a cidade merece, a FundArt – Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba realizará o I Festival Rock in Ubatuba.
O evento proporcionará aos músicos e aos que curtem rock um momento de interação e lazer, já que o Festival acontecerá em conjunto com a 3ª Etapa do Circuito Municipal AUSK de Skate. Serão ao todo 12 bandas e dois dias de muito Rock.
Com realização da FundArt e produção da AM Produções e Yesk8 Produções, o I Festival Rock in Ubatuba acontecerá nos dias 27 e 28 de outubro das 10h às 18h na Praça Capricórnio (ao lado da pista de skate). As bandas interessadas em participar do Festival deverão consultar o Edital de Chamamento Público, disponível aqui no site da FundArt.
As inscrições deverão ser feitas na Sede Administrativa da Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba de 14 à 17/10. É fundamental a apresentação de toda a documentação necessária descrita no edital.
Confira aqui o Edital de Chamamento Público para inscrições no I Festival Rock in Ubatuba!
Para mais informações sobre o I Festival Rock in Ubatuba e a 3ª Etapa do Circuito Municipal AUSK de Skate acesse os blogs abaixo:
Fonte: Site Fundart - www.fundart.com.br

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Peça teatral infantil "Baú de Histórias da Pirulinha e Miudinho"


Quando: 06 de outubro de 2013
Onde: Auditório da Fundart - Sobradão do Porto - Praça Anchieta - Centro
Custo: 20,00 com desconto de meia-entrada para todos
Peça teatral infantil “Baú de Histórias da Pirulinha e Miudinho”
Grupo “Pintando o Sete”
Ingressos no local

Fonte: Fundart - www.fundart.com.br



Feira Abaetetuba, Artes e Cultura e Festa da Primavera


Quando: 05 de outubro de 2013 - das 18hs as 23:45
Onde: Campo do Acaraú - Bairro Itaguá
Custo: Entrada Franca
A mostra da Feira Abaetetuba, Artes e Cultura, será realizada no Campo do Acaraú, no bairro do Itaguá. O evento ocorrerá no mesmo local e horário da Festa da Primavera, realizada pela Associação Sabiá e, ambos eventos, contam com o apoio da ONG Atitude 225.
Com entrada franca, entre 18h e 00h30 de sábado, dia 5, o público poderá prestigiar exposições de Marcello M. Lopes e a provável participação de Uirá Martins, moda alternativa e produtos decorativos de Eleonora Mariano, artesanato de rua com a presença de diversos artesãos, varal de fotografias, roda de samba com a participação do Centro Cultural N’Golo Brasil Capoeira, além de intervenções circenses com Rodrigo Foka durante todo o evento, Luau Cultural Luminária e apresentações musicais de Divino Sununga Trio, Maverick Viana, Banda Luz Ativa e Banda P.I.B.. Entre outras atrações influenciadas pelas condições climáticas.
As atrações apresentadas pela Feira Abaetetuba fazem parte de um plano de ações para fomentar, produzir e circular as obras artísticas e bens culturais produzidos na cidade através da realização de eventos periódicos de caráter artístico e relacionados com a diversidade cultural brasileira. Você pode conhecer mais sobre o projeto em http://feiraabaetetuba.wordpress.com/ e, se você produz, apresente propostas. Acesse, conheça o projeto e entre em contato! Participe da mostra e convide outras pessoas.
Além da Feira Abaetetuba, a Festa da Primavera convidou outras associações para participar e eles complementam o evento com pula pula para as crianças, pastéis, sorvetes, bebidas, entre outros atrativos apresentados por: AME, OSCIP Parque Guarani, A1, Paróquia N.Srª das Dores, Escola de Samba Mocidade Alegre do Itaguá, Quilombo da Fazenda, Associação de moradores Sesmarias, Associação de Moradores do Pé da Serra e Associação dos Trabalhadores do Estado de São Paulo.
A Feira Abaetetuba é uma realização da TupiNativo, marca fictícia do produtor e gestor cultural Deyves Martins, idealizador, produtor e gestor da Feira Abaetetuba e do Projeto Pangaea, no qual participaram pouco mais de 110 profissionais da arte de 14 países.
Fonte: Feira Abaetetuba
Fonte: Fundart - www.fundart.com.br

Começa a exposição de cerâmica "Tigela Solidária"


A Exposição “Tigela Solidária” começa nesta terça-feira às 19h30 no Sobradão do Porto, e ficará aberta ao público até o dia 06 de outubro. A exposição visa demonstrar como os ceramistas de Ubatuba resgataram a forma tradicional da “tigela” a partir de técnicas variadas, estilos e conceitos.
A partir de uma expressão artística individual, cada ceramista expõe sua visão da modelagem da tigela, em composição de peças coloridas e estampadas em esmalte e engobi.
A Exposição “Tigela Solidária” conta com o apoio da FundArt para apresentar os trabalhos do Grupo OCA, da Oficina de Cerâmica Artística. O grupo é composto por doze ceramistas moradores de Ubatuba, alguns com mais de 20 anos de experiência.
Antigos alunos da oficina também ajudam a compor o grupo OCA. A entrada é livre e as peças estarão à venda, por valores de R$20,00 a R$80,00.

Fonte: Fundart - www.fundart.com.br

Projeto Energia em Movimento apresenta o espetáculo "Felicitas"


O Projeto Energia em Movimento, em comemoração ao dia das crianças, apresentará o espetáculo “FELICITAS” no dia 13 de outubro no Ginásio Municipal de Ubatuba, o Tubão, em dois horários. As apresentações serão gratuitas e abertas ao público.
O espetáculo foi produzido de forma colaborativa pela equipe do Projeto Energia em Movimento – realizado pelo ISPAC – Instituto São Paulo de Arte e Cultura, com o patrocínio do Instituto Elektro, apoio da Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba – FundArt e Prefeitura Municipal.
O Projeto Energia em Movimento mantém escola de circo no bairro de Perequê-Açú em Ubatuba e oferece 50 vagas de formação e capacitação em circo. Com coordenação da professora Bel Toledo o conteúdo programático aborda diversas técnicas do universo do circo, entre elas, acrobacia, malabarismo, trapézio, tecido acrobático, perna de pau, entre outras. O projeto é estruturado em aulas práticas, oficinas artísticas, atividades recreativas, lúdicas e formativas, ginástica acrobática e consciência corporal.

Sobre o Instituto Elektro

Criado em 2003, o Instituto Elektro patrocina projetos culturais nas cidades em que a Elektro distribui energia. São mais de 30.000 beneficiados com as ações desenvolvidas em toda a área de concessão.

Informações Gerais:
Criado em 2003, o Instituto Elektro patrocina projetos culturais nas cidades em que a Elektro distribui energia. São mais de 30.000 beneficiados com as ações desenvolvidas em toda a área de concessão.

Espetáculo: Felicitas
Início: 13 de outubro de 2013
Local: Ginásio Municipal de Ubatuba (Tubão)
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 18h e 20h
Bilheteria: Gratuito (os ingressos serão distribuídos 1 hora antes dos espetáculos no Tubão por ordem de chegada, sujeito a lotação, 500 lugares)
Endereço: Av. Prof. Thomás Galhardo, 850 – Centro – Ubatuba – São Paulo
Fonte: Fundart - www.fundart.com.br

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Filme Aprendiz de Samurai recebe Patrocínio da Fundart



O Filme

O longa-metragem é baseado no livro homônimo sobre a biografia do judoca ubatubense Milton Cesar Máximiano Trombini que narra uma história de superação, reafirmando a busca de valores culturais, morais e de boa conduta, através dos conhecimentos adquiridos pela pratica de artes marciais, especialmente, pelo judo.

O Produtor

O filme é uma produção da empresa ALFA FILMES, do diretor Stefano Lapietra, e a co-produção da O2 do cineasta Fernando Meireles.

Os Artistas

O filme Aprendiz de Samurai possui um belo roteiro e um time de artistas de grande talendo e profissionalismo, como o ator Caio Castro, que fará o papel do judoca Max Trombini, acompanhando da atriz Sabrina Sato, além de Moacyr Franco, Suzana Pires e Tato Gabus Mendes, dentre outros. A música tema será interpretada pelo cantor Luan Santana.

Pré-Estreia

O filme Aprendiz de Samurai está previsto para estreiar nas salas de cinema entre os meses de março ou abril do ano que vem.

O Patrocínio

O patrocínio cultural do filme realizado pela Fundart visa valorizar a diversidade cultural, o fomento as atividades cinematográficas, bem como divulgar a cidade de Ubatuba, através de um longa-metragem que busca manter os valores culturais, éticos e morais através do judo.

Um Breve Resumo do Livro

A saga de um guerreiro moderno. Não pode haver melhor definição para este livro de um autor estreante, é verdade, mas que tem muita história para contar. Max Trombini nos mostra como os milenares valores éticos e morais orientais, sintetizados no aprendizado e prática das artes marciais, pode de fato mudar a forma como conduzimos nossas vidas. Mais ainda, pode nos levar à felicidade, por mais difícil e penoso que o caminho porventura nos pareça. O texto é leve, sem ser superficial, é envolvente, porém sem apelações, e rico em demonstrações de que nas pequenas atitudes nos fazemos melhores. Sua autobiografia nos leva a ver de que nenhum obstáculo é insuperável. Seu sucesso vai muito além de uma mera lição pasteurizada de autoajuda, é inspirador, e o resultado disso é bem mais relevante do que o status de morar numa mansão e ter diversos carros importados na garagem: é apenas e tão somente a felicidade. Sem fórmulas infalíveis ou modelos talhados para a criação de consultorias milionárias. Simples, tocante e apaixonante!

Blog da Produção




Acompanhe a produção do filme através do blog http://aprendizdesamurai.wordpress.com e do facebookhttps://www.facebook.com/aprendizdesamurai.
Fonte e publicação: www.fundart.com.br

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Encontro das Aldeias Guaranis teve presença record


De 6 a 8 de setembro, aconteceu em Ubatuba o maior evento indígena de todo o Litoral Norte e Vale Paraíba de São Paulo. O encontro das aldeias Guaranis, oriundas de várias partes do país, trouxe à Aldeia Boa Vista, no bairro do Promirim, quase 750 indígenas do Espírito Santo, São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Sta. Catarina, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Paraguai.
“Estávamos aguardando cerca de 500 guaranis para os 3 dias do encontro, mas com a presença aumentada, tornou-se um marco histórico e um recorde em eventos da etnia Guarani”, disse Mário Benites – uma liderança da Aldeia Boa Vista.
No encontro aconteceram exibições artísticas das aldeias, rituais religiosos, debates sobre a educação e a saúde indígena, os benefícios conquistados e as dificuldades em acertar as áreas conflitantes das terras demarcadas pelo Governo Federal, além de um torneio de futebol que reuniu 16 equipes.
A prática milenar do ritual da recepção foi um dos pontos altos do encontro. Todas as aldeias irmãs que chegavam seguiam para a Casa de Reza onde um ritual de boas vindas era realizado. A Casa de Reza é o local onde ocorrem debates, encontros importantes ou rituais religiosos, sempre com a permissão do cacique.
Com danças, orações e canções, cada aldeia agradeceu às divindades pela viagem bem sucedida e o convite para participar do encontro, pedindo que o mesmo fosse coberto por harmonia e paz.
“Foi um evento em que ficamos bastante satisfeitos em receber nossos irmãos, com o apoio da FundArt, das Secretarias de Turismo, de Agricultura e Pesca, da Educação e de Obras, da FUNAI e do prefeito Mauricio Moromizato, foi um grande encontro, estão todos felizes, e no próximo ano faremos algo ainda maior, envolvendo toda Ubatuba com a nossa cultura”, comemorou o Sr. Altino – cacique da Aldeia Boa Vista.
Fonte: www.fundart.com.br

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Maravilhas de Ubatuba


Rio Indaiá - Barra Seca


Dia do Índio



Um Índio
Um índio descerá de uma estrela colorida e brilhante
De uma estrela que virá numa velocidade estonteante
E pousará no coração do hemisfério sul, na América, num claro instante
Depois de exterminada a última nação indígena
E o espírito dos pássaros das fontes de água límpida
Mais avançado que a mais avançada das mais avançadas das tecnologias
Virá, impávido que nem Muhammed Ali, virá que eu vi
Apaixonadamente como Peri, virá que eu vi
Tranqüilo e infalível como Bruce Lee, virá que eu vi
O axé do afoxé, filhos de Ghandi, virá
Um índio preservado em pleno corpo físico
Em todo sólido, todo gás e todo líquido
Em átomos, palavras, alma, cor, em gesto e cheiro
Em sombra, em luz, em som magnífico
Num ponto equidistante entre o Atlântico e o Pacífico
Do objeto, sim, resplandecente descerá o índio
E as coisas que eu sei que ele dirá, fará, não sei dizer
Assim, de um modo explícito
(Refrão)
E aquilo que nesse momento se revelará aos povos
Surpreenderá a todos, não por ser exótico
Mas pelo fato de poder ter sempre estado oculto
Quando terá sido o óbvio

sexta-feira, 8 de março de 2013

História de 8 de março


No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.
A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.
Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).
Objetivo da Data 
Ao ser criada esta data, não se pretendia apenas comemorar. Na maioria dos países, realizam-se conferências, debates e reuniões cujo objetivo é discutir o papel da mulher na sociedade atual. O esforço é para tentar diminuir e, quem sabe um dia terminar, com o preconceito e a desvalorização da mulher. Mesmo com todos os avanços, elas ainda sofrem, em muitos locais, com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional. Muito foi conquistado, mas muito ainda há para ser modificado nesta história.

Conquistas das Mulheres Brasileiras 
Podemos dizer que o dia 24 de fevereiro de 1932 foi um marco na história da mulher brasileira. Nesta data foi instituído o voto feminino. As mulheres conquistavam, depois de muitos anos de reivindicações e discussões, o direito de votar e serem eleitas para cargos no executivo e legislativo.



Dia das Mulheres


terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Corrida de canoas na Praia Grande do Bonete




Praia Grande do Bonete se faz Caiçara a cada dia


   


Há muito eu não passava um fim de semana mágico e tão próximo de minhas raízes caiçaras. Ter convivido e dividido horas com a comunidade da Praia Grande do Bonete, foram 2 dias de páginas culturais acrescidas em minha vida e momentos de aprendizagem que marcaram essencialmente minha personalidade.
Uma comunidade simples no modo de viver, cuidadosa com o local, amável com seus parentes e vizinhos, calorosa e receptiva aos visitantes e o mais impressionante, preocupada com a manutenção de sua cultura, culinária, modo de viver os dias, sobretudo, mantendo em seus corações os princípios religiosos presentes em suas orações, conduta perante o sagrado e na alegria de reverenciar as maravilhas de Deus todo Poderoso.
Vida sem luxo, mas de uma riqueza impar que não consigo igualar a nada. Talvez a liberdade de ver um filho correr no quintal tranquilamente e colher na árvore o fruto que sacia a fome possa, ao menos, nos dar a certeza de que a vida é um palco lindo de se viver e que a felicidade depende de cada um.
Em meio a médicos, engenheiros e outros profissionais vindos da Capital, chamados de moradores “flutuantes”, a comunidade não perde sua identidade, liberdade e amor a sua terra. Terra essa, que conta com décadas de história, vida, amores, tristezas, festas com muita Consertada, leilões, onde o prêmio máximo era ganhar um pato (Oh! Saudoso coreto!), xiba até amanhecer o dia, fortalecidos pelo roxo (café com cachaça) e o respeito um pelo outro.
Tendo como Padroeiro São Sebastião, comemorado no dia 20 de janeiro, o fim de semana foi marcado por festividades, como Corrida de Canoa de um e dois remos, homens e mulheres se lançaram ao mar, mostrando sua destreza e força em um mar encrespado pelo vento e chuva fina.
À noite, Ladainhas, cantos e orações. Após, no tablado, centro que recebe a todos, o “Grupo Consertada” nos convidou a entrar na madrugada ouvindo canções religiosas, da cultura caiçara e caipira e uma canção de Reis que encantou e emocionou os presentes puxada pelo morador Dito.
Parabéns a Associação da comunidade “Catifó”, pela manutenção da cultura caiçara e por mais uma brilhante festa para nós e aos visitantes da cidade. Parabéns a todos moradores da Praia Grande do Bonete, que com seus conhecimentos de lida com a vida e a terra deixaram transparecer a essência de ser um Caiçara.
Obrigado a família da Dª Malvina (Marcelo, Cláudia, Claudinha) e Dª Marina e filhos (Andréia, Adriana e Tiago) e ao amigo Ozias, pelo carinho, gestos de bondade, amor e simplicidade que proporcionou a mim e a minha família (Adriana e Caio).
Voltei para casa com muito orgulho de ser Caiçara e ainda mais apaixonado pelo lugar e seu povo. Deus os abençoe.

Marcos Roberto
Caiçara e Jornalista






quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Fundart - 25 anos de cultura e arte


FUNDART
(Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba)
25 ANOS DE CULTURA E ARTE

2007/2012 – PERÍODO DE MAIOR INVESTIMENTO
NO CAMPO DA CULTURA EM UBATUBA

O período de 2007 a 2012 revela o de maior investimento em cultura em nosso municipio:
01 – Realização e aprovação do PROJETO DE RESTAURO DO SOBRADÃO DO PORTO.
02 – Instalação, na Fundart, do PROJETO ACERVO MEMÓRIA CAIÇARA da profa. Dra. Kilza Setti, patrocinado pela Petrobrás.
03 – Instalação do MEMORIAL “CICCILLO MATARAZZO”, com exposição de quadros dos ex-prefeitos e a história política e administrativa de Ubatuba.
04 – Instalação do PROJETO DE PESQUISA BIBLIOGRÁFICA E DOCUMENTAL PARA O MUNICÍPIO DE UBATUBA – “O REDESCOBRIR DA HISTÓRIA”, desenvolvido pela Profa. Cíntia Bendazolli (Historiadora e Arqueóloga – USP), no Museu “Washington de Oliveira” – Cadeia Velha.
05 – Nova sede da Fundart – instalada no prédio do antigo Fórum.
06 – Reforma da BIBLIOTECA PÚBLICA “ATENEU UBATUBENSE
07 – Inscrição de Ubatuba no SISTEMA NACIONAL DE CULTURA do Ministério da Cultura.
08 – Construção do CENTRO DO PROFESSORADO DE UBATUBA, edifício que comporta o TEATRO MUNICIPAL, obra que coloca Ubatuba, com excelência, como casa de espetáculos no Estado de S. Paulo.
09 – Foi também o período de grande atenção para com a valorização e fomento da Cultura Caiçara, Além dos inúmeros eventos e homenagens aos mestres, pela primeira vez a Fundart realizou parcerias fundamentais que resultaram no registro profissional do patrimônio imaterial caiçara: “Dias de Caiçara” – CD duplo e DVD, com a Dialeto Latin American Documentary e “Com quantas memórias se faz uma canoa”, livro e DVD – com o Instituto Costa Brasilis – USP, além do PROJETO ACERVO MEMÓRIA CAIÇARA, citado em item anterior.
10 - Outro fator que marcou o trabalho nesse período foi o crescimento das atividades de modo geral. Exemplo foram os eventos nos últimos dois anos (2011/2012): 215 eventos em 2011 e 240 em 2012, todos catalogados. As Oficinas Culturais somaram 43 (2012) com média anual de 1.300 alunos.
Comemorou-se os 50 ANOS DA BANDA “LIRA PE. ANCHIETA” – com lançamento de CD comemorativo.

FUNDART – O QUE É?
Criada em 1987, (Lei 893/87) do executivo, a Fundart – Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba nasceu com o objetivo de desenvolver a política cultural do município. Mantida pelo poder público é uma fundação pública de direito privado, administrada por uma diretoria executiva e pelo Conselho Deliberativo, sendo fiscalizado pelo Tribunal de Contas do Estado, Ministério Público, Prefeitura e Câmara Municipal. Foi pioneira no litoral norte. Tem 25 funcionários.

EQUIPAMENTOS CULTURAIS
 ·        Sobradão do Porto – Além de principal patrimônio histórico/arquitetônico do município, o Sobradão do Porto, construído pelo comerciante português Manoel Balthazar da Cunha Fortes em 1846, abriga o Auditório Fundart, Exposições e oficinas culturais, além de emprestar espaço ao Projeto Guri do Governo do Estado de S. Paulo, mais Projeto de Restauro do Sobradão.
·        Biblioteca Ateneu Ubatubense (45 anos de existência) – Antiga sede da Prefeitura de Ubatuba, agrega também o Memorial “Ciccillo Matarazzo” e um Telecentro, convênio com o Ministério das Comunicações, de inclusão digital.
·        Sede administrativa da Fundart (Prédio do antigo Fórum) – É onde também se localiza o Acessa S. Paulo (Programa de inclusão digital do Governo do Estado de S. Paulo); o PROCON; o Projeto Acervo Memória Caiçara, a Oficina do Ballet Fundart, além da Galeria dos ex-presidentes da Fundart e o acervo de artes plásticas da Fundação.
·         Fundart ganha nova sede em 2009
O Prefeito Eduardo César atende reivindicação da Fundart, concedendo o uso do prédio antigo Fórum, cedido para a Prefeitura pela Secretaria de Justiça do Estado, o que trouxe grande ganho e respeitabilidade para as ações da Fundação Cultural de nossa cidade.
·        Ruínas da Lagoinha – No bairro da Lagoinha, centenária construção de antiga fazenda. Ali, além de constantes visitações, tem sido cenário para filmes, ensaios fotográficos, etc.
·        Museu “Washington de Oliveira” – “cadeia velha”, como é conhecida, o prédio foi construído para ser a estação ferroviária de Ubatuba, da estrada de ferro que ligaria Ubatuba à Taubaté, abandonada quando em período declínio econômico de Ubatuba. O prédio foi reformado com projeto de Euclides da Cunha, para comportar a cadeia da cidade. E ali estão expostas peças de todo tipo, que revelam aspectos importantes de nossa história. Será instalado no Museu, o Projeto de Pesquisa Bibliográfica e Documental e de Exposição de Longa Duração para o Município de Ubatuba, contratado pela Fundart e já concluído.
Novas Conquistas
·        Memorial Ciccillo Matarazzo – Criado em 2008 pelo Prefeito Eduardo César, o Memorial está situado no prédio da Biblioteca Ateneu Ubatubense no espaço que foi ocupado pelo gabinete do prefeito Matarazzo. Contempla a história política e administrativa de Ubatuba. Conta ainda com uma galeria de quadros dos ex-prefeitos de Ubatuba, além de exposição de grande parte do acervo de medalhas representativas de homenagens nacionais e internacionais outorgados a Ciccillo Matarazzo.
·        Projeto Acervo Memória Caiçara – Patrocinado pela Petrobras, o projeto da Profa. Dra. Kilza Setti foi instalado em Ubatuba, na Fundart em 2008, a partir de compromissos assinados entre Prefeitura, Petrobras e Fundart. O núcleo documental do Projeto é constituído por registros sonoros e de imagens de Kilza Setti, resultado de suas pesquisas e estudos no Litoral paulista nos anos 60 e desenvolvidos durante quatro décadas. Tem como objetivo principal valorizar o patrimônio imaterial caiçara, divulgar valores culturais ancestrais das regiões litorâneas, formar novos pesquisadores e capacitar jovens caiçaras a desenvolverem ações voltadas ao registro, preservação e divulgação de sua cultura.
·        Projeto de Pesquisa Bibliográfica e Documental Para o Município de Ubatuba “ – Ubatuba: O Redescobrir da História” – O Projeto, contratado pela Fundart em 2012, junto a Arqueóloga Cintia Bendazzoli (USP) tem como objetivo: Valorizar o importante acervo arqueológico e histórico já existente no museu garantindo, através de uma mostra devidamente estruturada, a preservação desses objetos ao longo do tempo. Revitalizar o Museu Histórico “Washington de Oliveira” com a realização de uma exposição embasada em estudos científicos, organizada, informativa e didática. Levar à população local e aos turistas informações importantes sobre a história e pré-história de Ubatuba, fomentando a educação e cultura do minicípio.
·        TEATRO MUNICIPAL DE UBATUBA
A Prefeitura deixa para Ubatuba, neste 2012 um significativo e histórico presente com a edificação do Centro do Professorado de Ubatuba e com ele o moderno Teatro Municipal, que figura entre as boas casas de espetáculo do Estado de S. Paulo. Trata-se de patrimônio cultural, educacional, social cuja importância é das mais elevadas, obra fruto de espírito empreendedor e ousado, que projeta com excelência nosso município.
·        OFICINAS CULTURAIS / 2012
(43 oficinas – 1270 alunos – 22 locais diferentes)
A presença de Oficinas Culturais é exigência do que se tem como formato para fundações culturais. Assim, abre-se espaço para que pessoas, de todas as faixas etárias e econômicas participem de atividades culturais e artísticas durante o ano. Ressalta-se que a grande maioria dos alunos é de baixo poder aquisitivo o que se confere grande importância social do projeto Arte para todos, da Fundart. Em 2012 trabalhamos com 43 oficinas (1270 alunos) no centro e bairros (22 locais diferentes), um recorde.
·        UBATUBA NO SISTEMA NACIONAL DE CULTURA
A Fundart promoveu duas Conferências Municipais de Cultura (2009 e 2012) medidas indicadas pelo Ministério da Cultura para habilitar o município no SNC – Sistema Nacional de Cultura, a partir da criação do Conselho Municipal de Cultura e conseqüente estabelecimento doPlano e do Fundo (Municipal de Cultura). A partir daí, o prefeito Eduardo César teve a oportunidade histórica, de assinar documento, junto ao MinC, que assegurou a inserção de Ubatuba no SNC, para 2013. Tudo a partir dos trabalhos desenvolvidos pelas duas conferências. Na segunda, com a presença de representantes do Ministério da Cultura.
Agora, caberá ao município empreender os diagnósticos necessários para planificar as políticas públicas de cultura e poder usufruir dos recursos previstos pelo MinC. Assim chamadas: cultura caiçara, indígena, afro e migratória poderão contar com tratamento devido e racional, a partir de diagnósticos elaborados por profissionais abalizados.

Acesse nosso site: www.fundart.com.br
Acesse nosso blog: fundartubatuba.blogspot.com
Participe do nosso Facebook: http://facebook.com/Fundart
“Povo que não tem memória não tem nada pra contar.”
Idalina Graça